Eu mereço...

Quantas vezes você já se perguntou por que sofre tanto; porque certas coisas para as outras pessoas vêm tão fáceis e para você é tão difícil; porque as coisas sempre se  complicam; porque a vida às vezes é tão difícil para algumas pessoas enquanto parece que  outras vieram ao mundo a passeio? Bem, se você se achou nas perguntas acima, este artigo é para você. Com uma minuciosa análise de si mesmo provavelmente você achará as respostas.

Analise em primeiro lugar o que estas pessoas têm que você não tem. Sorte? Não acredito. Aposto que seja uma boa dose de auto-estima. Esta sim é uma mola propulsora que nos leva para frente e faz com que as outras pessoas acreditem em nossa capacidade.

A auto-estima faz com que os outros nos vejam como pessoas confiáveis. Vários caminhos se abrem. Pense em pessoas que possuem uma boa dose de auto-estima; como elas são?  Ativas, de bem com a vida, confiantes, seguras e sabem impor os seus limites. Quem não vai se sentir bem perto de uma pessoa assim? Qual patrão não vai querer uma pessoa assim como funcionário? Que pessoa não a quer como companheiro(a)? Então trabalhe arduamente para aumentar a sua auto-estima. Faça uma lista das suas qualidades, das coisas que você faz bem, do que você possui de bom e bonito. Leia e releia esta lista várias vezes. Enalteça seus pontos fortes e fique feliz por possuí-los. Deus o fez único, não existe outra pessoa como você, por isso você é especial.

O próximo passo é entender o “não merecimento”. Muitas coisas não são conseguidas por você achar que não as merece. “Não mereço ganhar mais que meu marido (esposa)”, “Não mereço um casamento feliz”, “Não mereço sarar”. Cada um pode dar o seu exemplo, pois são vários. Com o pensamento do “não merecimento”, nossa mente cria meios de sabotagem para que aconteça exatamente aquilo que acreditamos. Nós sabotamos nossas vidas. Nós sabotamos nosso crescimento por acreditarmos que não merecemos ser felizes. Parece complicado mas basta pensarmos no nosso dia a dia. Quantas vezes fazemos isso? Então o momento é de parar com isso definitivamente. Analise o porquê você acha que não merece e você verá que existe aí uma enorme fantasia. Um exemplo para entender melhor: Existia um rapaz que por mais que trabalhasse, nunca conseguia ganhar mais, nem ser promovido. Era uma pessoa boa, muito honesta e capaz. Nada que justificasse este não crescimento. Mas se analisarmos o caso mais de perto veremos que ele se sente inferior aos colegas de trabalho, só vê as qualidades dos outros nunca as suas. Então, sentindo que os outros merecem ganhar mais que ele; acaba não produzindo o suficiente e fica sempre em segundo plano na hora de expor suas idéias. É claro que os outros terão mais destaque que ele, e com isso confirma-se a crença (errada) de que o mundo é injusto e as outras pessoas têm mais sorte.

Este é só um exemplo, que você pode ampliar para casos de insucesso nos relacionamentos, nas amizades, dentro da própria família, etc... Que tal começar a dizer a si mesmo “EU POSSO E MEREÇO SER FELIZ E CONSEGUIR TUDO O QUE SEMPRE QUIS”. Acredite e depois me conte os resultados.

Psicóloga

Cadastre-se

Pessoas Online

Temos 29 visitantes e Nenhum membro online